Friday, 7 November 2014

Docker - A revolução dentro de um container




 Saída de EmergênciaComo construir aplicações de forma distribuída, sem que fiquemos reféns de soluções baseadas em hypervisor, ou que justamente devido a necessidade de sistemas operacionais dedicados à cada máquina virtual, nossos ambientes computacionais sejam onerados, com o consumo excessivo de espaço em memória, além do grande consumo de processadores. O Google já utiliza a tecnologia Docker em serviços como Gmail, Maps, Cloud Compute, entre outros e assim torna sua operação leve, rápida e sobretudo econômica. Outro ponto positivo é que o Docker permite que as aplicações possam ser rapidamente montadas a partir de componentes, assim eliminando o atrito entre os ambientes de desenvolvimento, controle de qualidade e produção. O resultado é a rapidez no envio e execução de um mesmo aplicativo, sem que ocorra alterações, seja ele rodando em um laptop, em um datacenter ou mesmo em qualquer nuvem.


Em Máquinas Virtuais Tradicionais, cada aplicativo virtualizado inclui não apenas a aplicação, que pode possuir apenas dezenas de MB, além de arquivos binários e bibliotecas necessárias, mas exige também um sistema operacional inteiro, o que pode consumir dezenas de GB.
 Saída de Emergência


Um Container compreende apenas a aplicação e suas dependências. Ele é executado como um processo isolado no espaço do usuário no sistema operacional hospedeiro, compartilhando o kernel com outros recipientes. Desta forma utiliza o isolamento e alocação de benefícios de recursos como em uma VMs, mas é muito mais portátil e eficiente.

Quer saber mais sobre como construir seu ambiente com auxilio da computação em nuvem, utilizando os melhores recursos e ainda assim possuir um ambiente econômico? 

Procure sempre a sua Saída de Emergência